Aula aberta da faculdade Piaget em Suzano mostra potencial para pesquisas ambientais

Foto: Sleone/FacPiaget
Geólogos da empresa Engesolos Engenharia de Solos e Fundações, parceira da faculdade suzanense, apresentaram a alunos e docentes o que há de novo e de ponta em equipamentos e tecnologia e ainda fizeram demonstrações práticas
Estudantes de Engenharia Ambiental tiveram a oportunidade de aprender um pouco mais sobre o solo e a água e como pesquisar e coletar amostras, entre outras técnicas, em aula aberta realizada no fim de semana no Laboratório de Campo de Hidrologia, no campus da Faculdade Piaget, em Suzano.
 
Geólogos da empresa Engesolos Engenharia de Solos e Fundações, parceira da faculdade, apresentaram a alunos e docentes o que há de novo e de ponta em termos de equipamentos e tecnologia e ainda fizeram demonstrações práticas. Alguns aparelhos, por exemplo, são importados e de alto custo.
 
Uma das experiências foi a uma simulação de investigação de solo contaminado com combustível, situação comum com a qual os futuros engenheiros ambientais poderão se deparar no exercício da profissão depois de formados.
Os geólogos Nilton Jorge Miyashiro e Sérgio Massaru Kataoka explicaram os diversos tipos de pesquisas que podem ser feitas com a estrutura implantada no campus. Trata-se de um laboratório a céu aberto, em que é possível colher dados reais, fazer o monitoramento de águas subterrâneas e ensaios de permeabilidade do solo, entre outras técnicas e investigações.
 
O geólogo Nilton Miyashiro elogiou a estrutura da faculdade e o corpo docente do curso de Engenharia Ambiental da Piaget: “Aqui vocês têm tudo, excelentes profissionais e um curso de ponta. Basta ter interesse e vontade de aprender e buscar mais”, comentou.
 
Os profissionais da Engesolos também destacaram a importância da atuação responsável, com ética, dos futuros engenheiros e incentivaram os estudantes a manter a busca incessante por conhecimentos, como cursos de especialização, entre outros, após a conclusão da graduação: “Estudar é uma prática e necessidade para a vida inteira”, disse Sérgio Kataoka.
 
Os alunos, acompanhados dos professores e do coordenador do curso de Engenharia Ambiental, André Andrade, tiveram a oportunidade de fazer perguntas, além do contato direto com a atividade prática. Eles, literalmente, colocaram as mãos na terra para sentir, por exemplo, densidade e aspereza.
 
O Laboratório de Campo de Hidrologia foi instalado no campus da Piaget em 2016 por meio de convênio da instituição com a empresa Engesolos Engenharia de Solos e Fundações. A estrutura foi montada com a utilização de equipamentos sofisticados, de médio e grande porte, transportados especialmente para as aulas abertas. (Com informações da Assessoria de Imprensa da Faculdade Piaget)

Comentários no Facebook