Câmara de Poá declara apoio aos professores e alunos da rede estadual contra o fechamento de escolas

Audiência pública será marcada a fim de ouvir pais, alunos, professores e a comunidade

Os vereadores poaenses receberam, na manhã desta quarta-feira, dia 07 de outubro, um grupo com cerca de 15 professores das escolas estaduais de Poá, que correm o risco de ser fechadas pelo Governo do Estado. A reunião ocorreu no plenário “Vereador Osvaldo Leite Dantas”, no Legislativo poaense.

A princípio estava prevista e confirmada a presença da dirigente regional de ensino de Itaquaquecetuba, Marli Rodrigues, no entanto, a administradora não compareceu à reunião. Mesmo com a ausência da dirigente, os parlamentares ouviram atentamente às reivindicações da classe e declararam total apoio aos educadores.

“Temos de unir forças. Iremos mobilizar uma audiência pública com os professores, alunos e a comunidade, e, também autoridades do governo do Estado para discutir e tentar sensibilizar as autoridades sobre a questão da possibilidade do fechamento dessas unidades escolares”.

A audiência pública deve ocorrer ainda neste mês, mas a data ainda deve ser definida.

Reestruturação

A medida apresentada pelo Governo Estadual visa reorganizar a distribuição dos alunos em unidades que passarão a atender exclusivamente um dos três ciclos de ensino: o primeiro abrange os alunos do 1º ao 5º ano do ensino fundamental; o segundo, dos alunos do 6º ao 9º ano do fundamental, e o terceiro reúne os três anos do ensino médio.

Atualmente, algumas escolas da rede estadual atendem alunos de mais de um dos ciclos. Para a Secretaria Estadual da Educação, o ideal é que as escolas recebam apenas estudantes de um dos ciclos e, desta forma, estejam mais focadas no aprendizado da faixa etária que atende.

A expectativa do governo é de que até mil escolas sejam atingidas com a mudança. Os alunos que vão precisar ser transferidos serão matriculados em escolas que ficam até no máximo 1,5 quilômetro de suas casas. Eles serão informados sobre o endereço da nova unidade até o mês de novembro. (Com informações da Assessoria de Imprensa da Câmara de Poá)


Comentários no Facebook