Comissão Processante realiza primeira reunião em Itaquá

Foto: Ronaldo Andrade

Foi realizada, na manhã desta quarta-feira, dia 18, a primeira reunião da Comissão Processante (CP) que foi instaurada na Câmara Municipal de Itaquaquecetuba, para investigar a denúncia feita por um munícipe em relação à Secretaria de Serviços Urbanos, que estaria sendo utilizada para descarte de materiais inertes, formando no local um aterro irregular.

A reunião definiu a Portaria que deverá ser publicada no diário oficial da Casa de Leis e encaminhada a Administração Municipal para dar ciência ao prefeito Mamoru Nakashima (PSDB) sobre o andamento da Comissão que é formada pelos vereadores Silvani de Paula Lima (PP), Presidente Roberto Carlos do Nascimento Tito, o Carlinhos da Minercal (Sem Partido), Relator e Roberto Letrista de Oliveira (PSDB), Membro. Além dos parlamentares, também compõem a Comissão Leonardo Freire (Assessor Jurídico) e Nilza Sivera (Secretariado). O vereador Rolgaciano Fernandes Almeida (PTN) também esteve presente.

A próxima reunião da Comissão Processante está agendada para ocorrer na segunda-feira, dia 23, também na Câmara Municipal.

CASO

Segundo o documento protocolado na Casa de Leis, a Secretaria de Serviços Urbanos estaria sendo utilizada para descarte de materiais inertes, formando no local um aterro irregular. O referido documento que foi avaliado pelos parlamentares, afirma que a Administração Municipal não teria a devida documentação como, por exemplo, laudos, estudos e licenciamentos, para utilização do espaço como aterro.


Comentários no Facebook