“Dia e Noite, mesmo com o sacrifício da própria vida”

Créditos: Diego Juan

Por Diego Juan*

A frase acima, pertencente ao juramento à bandeira do Estado de São Paulo feita por policiais, resume o discurso solene do Major PM Fábio Doll, Mestre em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública pela Academia de Polícia Militar do Barro Branco, durante a missa em homenagem aos profissionais de Segurança Pública que patrulham o município de Itaquaquecetuba-SP.

O reconhecimento da sociedade pelo serviço prestado é tão imenso que, na Paróquia Santos Apóstolos, presidida pelo Pe. Leandro Machado, no segundo ano consecutivo, no dia 19 de Abril ocorreu a Santa Missa em devoção à Santo Expedito, o padroeiro dos policiais, simbolizando um momento histórico no qual policiais militares do 35° BPM-M/Itaquaquecetuba, policiais civis, guardas civis municipais e os núcleos do CONSEG foram homenageados. Muitos PMs são devotos do santo militar da Igreja Católica Apostólica Romana, martirizado, segundo a crença, por defender a população Cristã dos Bárbaros e recusar-se a adorar deuses pagãos. Na Santa missa, momentos de emoção foram facilmente captadas, estampadas no rosto de policiais.

A fama de cidade violenta é tamanha que, o município pertencente à microrregião de Mogi das Cruzes, contém um Batalhão próprio, subordinado ao CPM – Comando de Polícia Militar. Histórias, pátio, mecânica, planejamento e estruturas, o dia-a-dia de homens e mulheres que dedicam suas vidas para servir a sociedade numa verdadeira selva de pedras. Atualmente, roubo de cargas e veículos, além da perturbação ao sossego com aparelhagem de som e uso de substâncias ilícitas em “pancadões”, figuram o maior índice de ocorrências na qual o Batalhão e suas três Cia’s atuam de forma ostensiva e através do Serviço de Inteligência para reduzir.

Tenente Vivian, comandante da Força Tática do 35° BPM/M concede entrevista nos portões da Delegacia de Polícia CentraL, sobre a briga de torcidas organizadas. (Créditos: Diego Juan)

COMANDO FEMININO 
A Tenente Vivian Alexandrina de Godoy Oliveira, na corporação desde 2013, ingressando como Soldado, é a 1° Comandante Feminina da Força Tática do 35° BPM/M, destacando-se com a Cia. dentre as mais de 60 Cias do CPM – Comando de Polícia Militar, no combate à criminalidade. Recentemente, a Comandante esteve na linha de frente no controle do conflito entre torcidas organizadas do Santos e Corinthians (04/03) na cidade. Na ocasião, um torcedor do Corinthians teve sua vida ceifada, 21 integrantes da Torcida Jovem do Santos foram detidos, destes, onze santistas respondem pelo homicídio, os de mais, liberados, por associação criminosa, dano qualificado e corrupção de menores.

Valorize quem te protege.

Confira na integra a galeria de fotografias. Clique Aqui!

*Diego Juan, fotojornalista é graduado em Design Gráfico pela UNICID, estudante de Jornalismo pela Cruzeiro do Sul.


Comentários no Facebook