Governo Bertaiolli é investigado em dez ações por crimes na administração pública

Foto: Giro das Cidades

Gustavo Don

A abertura dos trabalhos da Câmara Municipal nesta terça (02), foi marcada por um embate entre o Vereador Iduigues Martins (PT) e o Prefeito Marco Bertaiolli (PSD). Bertaiolli não gostou das críticas do vereador, que reclamou de diversos atrasos e negligências da administração municipal. O Prefeito chegou a citar uma representação feita pelo Vereador ao Ministério Público, que teria sido arquivada. No entanto, outras investigações ainda ocorrem e a Prefeitura poderá ser responsabilizada, caso sejam comprovadas as denúncias.
Conheça agora as investigações que estão ocorrendo contra a Prefeitura de Mogi das Cruzes:
Ministério Público:
1 – Inquérito Civil instaurado devido a doações de imóveis da Prefeitura Municipal à entidades particulares, sem diálogo com a sociedade.
2 – Inquérito Civil instaurado sobre aluguéis de motos que custam em torno de R$14 mil por um aluguel mensal de R$2.800, ou seja, em cinco meses de locação daria para comprar uma moto nova.
3 – Inquérito Civil instaurado por descumprimento da Lei Federal de Acesso a Informação.
4 – Inquérito Civil instaurado pela compra de Caqui na CEAGESP por R$ 4,91, enquanto o produtor rural revendeu sua safra a R$0,50.
5 – Escândalo das Merendas, Prefeitura tem um contrato de 1,5 milhões de reais com a COAF para fornecimento de 900 mil unidades de suco 200ml, comprado sem licitação.
6 – Inquérito Civil instaurado por repasse irregular de dinheiro público.

7 – Inquérito Civil pela pintura de prédios públicos nas cores do partido político do Prefeito.

8 – Inquérito Civil instaurado através de uma denúncia pela falta de manutenção dos parques públicos da Cidade.

Justiça:

9 – Ação Popular por superfaturamento na merenda escolar.

10 – Ação Popular por superfaturamento em compra de materiais escolares.

Detalhes podem ser consultados no portal do Ministério Público do Estado de São Paulo, aqui.


Comentários no Facebook