Itaquaquecetuba: Sobra Dinheiro e Faltam Obras

Governo do Prefeito Mamoru Nakashima (PTN) arrecada mais que antecessores e investe menos na cidade.

Passados 22 meses de Governo Mamoru Nakashima (PTN) em Itaquaquecetuba, nos aproximamos do meio de seu mandato, onde uma frase é repetida como um “mantra”, uma oração para o prefeito e seus secretários: “Não temos dinheiro!” Esta afirmação é a resposta para todos que reclamam ou questionam a falta de grandes obras e serviços básicos.

O curioso é que essa afirmação de falta de dinheiro não se confirma quando percebemos que entre os anos de 2012, 2013 e 2014, nossa arrecadação aumentou. Na prática os benefícios e serviços essenciais à população deveriam melhorar, mas não é isso que acontece.

Atualmente Itaquaquecetuba possui o maior parque industrial da região, mas os empresários que aqui se instalam, têm como maior entrave a burocracia da Prefeitura, seguida de muitas taxas e impostos e falta de infraestrutura.

Vejamos a seguir, provas que o Governo Mamoru Nakashima (PTN) arrecadou mais que seus antecessores:

Arrecadação Municipal

De acordo com a Secretaria do Tesouro Nacional e com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em 2012 a cidade arrecadou R$ 418,3 milhões sendo que em 2013, primeiro ano da administração Mamoru foram arrecadados R$ 447,7 milhões, tendo um aumento de 7,3% no total das receitas da cidade.

Se em 2012 a prefeitura arrecadou em ISS (Imposto Sobre Serviços) R$ 28,1 milhões, em 2013 a arrecadação saltou para R$ 33 milhões. Também observamos um aumento na arrecadação de Taxas entre 2012 e 2013, na casa de mais de R$ 900 mil. Outro aumento significativo foi na cobrança do IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano), que em 2012 teve arrecadação de R$ 23,1 milhões e 2013 chegou ao valor de R$ 26,2 milhões.

Repasses do Governo Estadual para Itaquaquecetuba

Além da arrecadação municipal a cidade conta com pesado investimento de fora. O Governo do Estado tem feito altos repasses para a cidade. De janeiro a outubro o Governo Estadual repassou R$ 63,6 milhões originários do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviço). Em 2013 o repasse do ICMS foi de R$ 77 milhões maior inclusive do que o repasse de 2012 que alcançou o valor de R$ 64,8 milhões.

Outro aumento nos repasses foram referentes ao IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores), o Governo do Estado repassou em 2012 o valor de R$ 16,5 milhões, em 2013 foram R$ 19,4 milhões e até o momento de janeiro a outubro de 2014 os repasses já chegaram a R$ 19,6 milhões.

Repasses do Governo Federal para Itaquaquecetuba

Itaquaquecetuba é uma das cidades da região que mais recebe benefícios do Governo Federal. Somente neste ano, de janeiro a outubro, os repasses do Governo Federal chegaram à R$ 90,4 milhões. Mais uma vez comparado com anos anteriores, os repasses tiveram crescimento. Em 2012 a cidade recebeu o montante de R$ 116,8 milhões, em 2013 o valor chegou a R$ 120,1 milhões. Este ano a expectativa é que os recursos transferidos aumentem.

O que percebemos é que o discurso de que não existem verbas não “cola” mais. Toda Prefeitura possui suas dívidas mas também possui sua arrecadação, cabe ao Gestor administrar da melhor forma possível e conseguir equilibrar suas contas. Infelizmente nossa arrecadação cresce com base no trabalho suado da população que paga suas taxas e impostos, mas esta mesma população não possui nenhum retorno com serviços públicos de qualidade. Falta gestão e responsabilidade ao Governo Mamoru Nakashima.


Comentários no Facebook