Patrulha Municipal Maria da Penha de Poá apresenta resultados

Foto: Julien Pereira

Em quase três meses de implantação, a Patrulha Municipal Maria da Penha, projeto da Prefeitura de Poá, desenvolvido através das Secretarias Municipais da Mulher e de Segurança Urbana, tem protegido as mulheres que foram vítimas de violência doméstica. Este trabalho de ronda 24 horas, que tem sido inclusive referência para outros municípios, conforme afirmou a Secretaria da Mulher, atualmente já atende 20 casos na cidade.

A Patrulha que é feita sempre por dois Guardas Civis Municipais (homem e mulher), em carro identificado, auxilia desde, por exemplo, se necessário, a retirada de pertences para que a mulher faça isso com segurança em local da ocorrência, e acompanham no que for necessário, e fazem as rondas em torno dos lares. O foco é garantir a segurança pessoal e patrimonial da vítima e sua prole.

De acordo com o Prefeito Marcos Borges, as ações em prol do público feminino são amplas e contínuas e não se limitam apenas a uma causa ou evento, e sim a proteção, a garantia de direitos, o trabalho em razão de oferecer capacitação profissional e auxílio em todas as questões que competem a este público.

Segundo a secretária da Mulher, Aretha Marques, os Guardas são aptos e treinados para agir nesses casos e, principalmente possuem a sensibilidade para lidar nessas situações em que as mulheres e famílias estão fragilizadas devido à violência. “A Secretaria de Segurança é uma grande parceira e agradeço a todos e ao secretário Carlos Setsuo”, disse a secretária.

Ainda de acordo com a pasta da Mulher, independente da mulher e prole estarem em medida protetiva, ao solicitar ajuda para a Secretaria, imediatamente essa pessoa começa a ser atendida com atendimento psicológico e jurídico, além é claro pela Patrulha Municipal Maria da Penha.

A Secretaria da Mulher frisou que o objetivo é trabalhar para que esses índices de violência diminuam, por isso, aliado as ações específicas como esta, está também o trabalho de conscientização, que engloba o alerta e o combate em relação a toda e qualquer violência contra o público feminino. “A Administração Municipal tem essa preocupação em garantir a segurança e o auxílio para essas mulheres, por isso agradeço ao Prefeito Marcos Borges”, disse a chefe da pasta da Mulher.

Para o secretário de Segurança, Carlos Setsuo, o trabalho tem tido retorno positivo, pois as mulheres se sentem mais seguras com a presença da GCM. Ele ressaltou que a pasta traça estratégias e métodos de atuação em prol da segurança da população: “A Administração Municipal prioriza a segurança dos munícipes”.

A Prefeitura de Poá iniciou a Patrulha Municipal Maria da Penha, em 16 de setembro deste ano. Para entrar em contato com a GCM, o número é o 153. (Com informações da Secom de Poá)


Comentários no Facebook