Pedido de impeachment de Mamoru é protocolado na Câmara

O jornalista mogiano Mário Berti registrou pedido de cassação com base em suposta infração político-administrativa e condenação na Justiça Eleitoral. Foto: Ronaldo Andrade/Divulgação

Por Lailson Nascimento do Jornal Gazeta Regional

Foi protocolado na Câmara Municipal de Itaquaquecetuba um pedido de cassação do mandato do prefeito Mamoru Nakashima (PSDB) e de seu vice Mario Lúcio da Silva (SD), o Mário Charutinho. O autor do pedido foi o jornalista mogiano Mario Berti.

O pedido protocolado acusa o prefeito e vice de terem cometido infrações político-administrativas e pede a cassação de seus mandatos. Solicita ainda que a Câmara determine o “imediato o afastamento preventivo dos denunciados como medida cautelar, para que não influenciem no processo”.

Berti fundamenta suas acusações na condenação do prefeito pela Justiça Eleitoral devido ao abuso de poder econômico, uso de Caixa 2,  e da contratação não declarada nos gastos de campanha da empresa de comunicação NZ7 Comunicação e Propaganda.

Segundo o processo, a chapa Mamoru-Charutinho “maculou o processo eleitoral, conduta totalmente incompatível com a dignidade e o decoro do cargo que ocupam”.

Em nota, a assessoria de imprensa da Câmara disse que o documento que pede a cassação deve ser lido e avaliado pelos vereadores somente a partir da próxima sessão ordinária, ou seja, na próxima terça-feira (27).


Comentários no Facebook