Preso suspeito de pedofilia em Itaquaquecetuba

Uma mãe em Itaquaquecetuba se passou pelo filho no Facebook e ajudou a Polícia Civil a prender um homem suspeito de estuprar seu filho de 12 anos. De acordo com a polícia, o homem confessou o crime. O caso foi encaminhado para a Defensoria Pública.

O suspeito e a vítima moram na mesma rua no bairro Vila Celeste, em Itaquaquecetuba. A mãe contou que foi a avó do menino, quem desconfiou do vizinho. A mãe comentou que segundo o filho, o acusado oferecia dinheiro e pipas e pedia para não contar nada, dizendo que era segredo deles.

A mãe procurou a polícia no dia 24 de novembro e o delegado Eduardo Boigues Queiroz determinou que dois investigadores fossem até a casa do menino. No imóvel, eles visualizaram a conversa em que o suspeito convidava o menino para a prática sexual. O caso foi registrado como estupro de vulnerável. “Ele [suspeito] foi preso em flagrante. Pela idade da vítima, a lei presume até 15 anos de cadeia”, explica o delegado.

A mãe da criança disse à polícia que o homem se aproveitou da amizade com a família. Ela disse que ele convidava seu filho para frequentar sua casa. Inicialmente, ele mostrava ao menino filmes normais e depois passou a exibir filmes pornográficos. A mãe relatou à polícia que em uma ocasião, durante um filme, o suspeito passou a mão e pediu que a vítima deixasse ele fazer sexo oral. Ela disse ter questionado o filho e soube que o homem fez sexo oral com o adolescente tantas vezes que a vítima não sabia enumerar.

Na casa do suspeito, a polícia apreendeu 11 DVDs aparentemente pornográficos, computador, preservativo e celular. Ele foi encaminhado para a cadeia de Mogi das Cruzes. (Com informações Portal G1)


Comentários no Facebook