Professora Lalá Quinteiro do Sistema Municipal de Ensino de Itaquaquecetuba lança livro

Em continuidade ao ciclo de entrevistas com os educadores do sistema municipal de ensino de Itaquaquecetuba e neste momento em homenagem ao “Dia do Professor”, será a vez da professora Dilaberg Matos de Oliveira Quintero, conhecida como profª Lalá Quintero. A educadora é autora do livro “Como alcançar o sucesso na prática”, publicado neste ano pela Editora Anjo, São Paulo.

A professora Lalá atua na educação há 42 anos, iniciou neste universo na condição de auxiliar de professor, posteriormente assumiu sala de aula, foi assistente de coordenação, e na sequencia coordenadora, diretora de escola e foi chefe do setor de legislação da Prefeitura de Guarulhos, onde se aposentou com 32 anos de trabalho. Hoje ela é professora no Sistema Municipal de Ensino de Itaquaquecetuba, tendo como sede a EMEB Josefa Costa de Souza Moura.

Recentemente, no dia 1º de setembro, Lalá realizou o lançamento de sua obra na Livraria Nobel na cidade de Guarulhos, momento em que recebeu amigos e familiares para contemplar a materialização de um trabalho de prática pedagógica que segundo a autora já realiza há alguns anos.

Sua obra trata de três experiências de sucesso, realizadas com alunos, mediada pelo Projeto Leitura e Escrita e Leitura e Música. De acordo com a professora Lalá Quintero, a educação é a sua paixão e trabalhar projetos para ela é uma questão de desafios. “O projeto Leituras começou com meus alunos em Guarulhos, mas ele criou vivacidade aqui em Itaquaquecetuba”, destacou a professora.

Lalá disse que ela procura inúmeras estratégias por meio do desenvolvimento de projetos para estimular o hábito da leitura, assim, por exemplo, a elaboração de um texto coletivo que estimula desde a compreensão e participação na construção de uma ideia, um argumento, através do imaginário da criança e dos limites de seu repertório cultural até a proposta de um aprendizado significativo que abrange a correção, pontuação, acentuação, reescrita visando dar sentido lógico à produção, etc.

Segundo a educadora, todo este trabalho não teria sucesso sem a participação direta da família, isto é, o envolvimento dos pais e/ou responsáveis. “Nossos jovens não têm o hábito da leitura, isso é muito triste, quem sabe ler, sabe escrever e sabe argumentar. A leitura passa tudo isso às crianças”, disse Lalá.

A professora explicou também que a ideia do livro surgiu há muitos anos, inspirado em uma das obras de Içami Tiba, ela pensou em produzir a obra em que foram inseridos três projetos pedagógicos de sucesso na integra, no entanto devido à formatação do livro e projeto gráfico foi preciso inserir apenas algumas atividades de alunos.

A professora explicou ainda que lançará o livro no Rio de Janeiro e que a publicação abriu portas: “Fui convidada pela editora para ministrar cursos e palestras, sobre esta prática pedagógica da leitura”.

A supervisora escolar referência da unidade em que Lalá possui sede, a professora Rita de Cássia Luciano, enfatizou que o lançamento desta obra foi um momento muito importante tanto para a professora Lalá como para o município de Itaquaquecetuba: “Foi um grande ganho para a nossa rede municipal, poder ver concretizado em um livro o trabalho que ela faz na escola Josefa há algum tempo, tudo o que ela trabalha em sala de aula foi um ganho muito grande para o nosso município”.

A diretora da unidade escolar, Roberta Almeida da Silva destacou o trabalho da professora Lalá: “Trabalho muito maravilhoso, e em primeiro lugar destaco o amor com que ela realiza as suas atividades, pois quando o professor tem amor no que faz os alunos vão para frente. Parabéns”.

De acordo com a secretária adjunta de Educação, Verônica Cosmo Barbosa, o Sistema Municipal de Ensino de Itaquaquecetuba, possui excelentes profissionais, a exemplo de que praticamente todas as formações continuadas ofertadas para os professore da rede, são preparadas e realizadas por professores que compõem o Núcleo de Formação, Acompanhamento Pedagógico e Avaliação da Semecti.

*Fonte: PMI

 


Comentários no Facebook