Vereador de Ferraz de Vasconcelos, Willians do Gás defende a construção de CCZ regional

Autor do projeto de lei que dispõe sobre a criação da Cãominhada em Defesa da Vida Animal, em Ferraz de Vasconcelos, o vereador (foto) Willians Santos (PSB), o Willians do Gás quer agora que a municipalidade comece a articular a construção de um Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) em parceria, por exemplo, com a cidade de Poá ou até mesmo com a de Suzano. Para ele, trata-se de uma obra, perfeitamente, viável e que só depende apenas de vontade política.

Segundo ele, esse convênio intermunicipal seria a maneira encontrada para bancar o alto custo do empreendimento, já que, estima-se um montante de quase R$4 milhões para a implantação de um CCZ na cidade e, neste caso, por não dispor de recursos suficientes Ferraz de Vasconcelos não consegue colocar em operação o serviço. Por isso, a alternativa para driblar a falta de dinheiro próprio é trabalhar para formação dessa parceria regional.

O vereador Willians do Gás destaca ainda que a gestão anterior e a atual até tentaram viabilizar essa importante obra no município, porém, esbarrou na questão financeira. Na época, o município apresentou um projeto com esse objetivo recebendo inclusive o sinal positivo de Brasília que autorizou o repasse de R$800 mil. Desse total, R$200 mil chegaram a ser liberados, mas, a administração da cidade acabou sendo obrigada a devolver toda a verba por não ter dinheiro para custear a sua contrapartida.

O fato é que enquanto a cidade não constrói um CCZ por conta própria em conjunto com outros municípios, o cidadão ferrazense não tem a quem recorrer quando precisa desse tipo de atendimento. Na atualidade, é bastante comum, principalmente, à presença de cães abandonados em vias públicas, no entanto, o morador pouco pode fazer para mudar essa triste realidade. Em suma, o munícipe para ajudar o animal solto tem de arcar com as despesas do próprio bolso ou apelar para o socorro de entidades protetoras de fora.

Por Pedro Ferreira.


Comentários no Facebook